Header Ads

Image and video hosting by TinyPic
Breaking News
recent

"ADALBERTO CAVALCANTI NEGA SEU APOIO AO DEPUTADO FEDERAL GONZAGA PATRIOTA"


O governador Eduardo Campos (PSB) poderá ter outro problema daqueles em relação à sucessão municipal de Petrolina, no ano que vem.
O problema em questão atende pelo nome de Adalberto Cavalcanti (PHS). Aborrecido pelo apoio de Gonzaga Patriota (PSB) ao projeto de reeleição do prefeito Carlinhos Cavalcanti em Afrânio, o deputado estadual rechaçou qualquer apoio ao socialista.
Adalberto, que acredita que o nome do PSB para concorrer à prefeitura será mais uma vez o de Gonzaga, ressaltou que não há a menor chance dele (Adalberto) vir a apoiá-lo. “Se ele for o candidato, meu apoio ele não terá. Não voto em Gonzaga nem por brincadeira”, ressaltou.
O parlamentar criticou duramente Gonzaga, ao chamá-lo de “traidor”, quando nas eleições de 2006 ajudou a elegê-lo, em dobradinha com o então deputado estadual Romário Dias. Por sua vez, segundo Adalberto, Gonzaga nunca destinou uma emenda sequer para Afrânio.
“Até R$ 800 mil que foram colocados no caixa da prefeitura para comprar uma patrol, uma retroescavadeira e uma F-4000, no final da minha gestão, quem colocou foi José Múcio. Gonzaga queria pegar uma carona”, alfinetou.
A mágoa de Adalberto também recai sobre sua própria eleição, no ano passado, à Assembleia Legislativa. Ele afirma que Gonzaga não o ajudou “com um centavo” sequer na campanha. “Era obrigação dele ajudar. Só se faz campanha com dinheiro”, disse.
Para 2012, o deputado já foi sondado pelo prefeito Júlio Lóssio (PMDB), que chegou a lhe oferecer cargos na administração municipal para que subisse em seu palanque. Ligado ao grupo de Fernando Bezerra Coelho, Adalberto recusou a proposta. Mas não descarta a hipótese dele próprio colocar seu nome na disputa municipal.

REPORTAGEM GERADA PELO BLOG DO CARLOS BRITTO

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.