Header Ads

Image and video hosting by TinyPic
Breaking News
recent

"DESABAFO: FUI ABADONADA"


DEU NO BLOG DO CARLOS BRITTO

Dormentes vive dias de efervescência. A temporada política por lá já está aberta e a eleição parece que já começou. Ao menos a campanha política. Aliados perdem e ganham novos apoios.
A vereadora Elizabete Nunes de Macedo a Betinha está no centro dessa discussão. Depois de anos caminhando ao lado do prefeito Geomarco Coelho (PSB) ela agora vai caminhar com a oposição.

Ela esteve no Blog (CARLOS BRITTO) e explicou as razões do rompimento:

O rompimento não foi meu. Eles me expulsaram quando cassaram minha voz no grupo. O clima estava insustentável, eu não era ouvida e me senti desvalorizada. Fui eleita para fazer um trabalho e não estava recebendo as condições.

Ela explicou o estopim que a fez tomar a decisão:

Acho que só fui ouvida na hora de ajudar o prefeito a estar no poder. Depois, o secretário, e atual contador, teve um problema pessoal comigo e levou isso para o lado profissional. O lado da administração. Fiz o prefeito saber disso, dei ciência do problema e ele nunca me chamou para conversar. Sabia das coisas pelos outros e as portas foram se fechando para mim. Quando finalmente conversamos o prefeito me disse que precisava de mim, mas também precisava dos secretários. Não queria que o prefeito escolhesse nada, mas que fosse justo. Faltou habilidade e coragem a ele nesse momento. Parece que esse homem manda mais que o prefeito.

O início do desgaste:

Quando me vi sem caminho achei que tinha que ampliar o leque. O prefeito tinha um candidato a deputado estadual, mas preferi apoiar Adalberto Cavalcanti (PHS). Ainda assim o prefeito aceitou, mas os olhos de desconfiança continuavam contra mim. Falam que o meu marido é assessor de Adalberto e por isso o apoiei. Ë verdade que temos o cargo, não temos nada a esconder, pois somos diferentes dos que colocam laranjas e se escondem. Mas, cargo por cargo o prefeito me daria isso, ofereceu isso, mas já era tarde demais. A confiança tinha se partido
A eleição para a Presidência da Câmara;
Na eleição passada, no primeiro biênio, não quis ser candidata. Cedi meu lugar, ajudei nas composições e colaborei como pude. Nessa agora era a minha vez. Tínhamos combinado isso e não cumpriram. Somente depois que notei que o prefeito não cumpriria a palavra é que fui buscar os votos da oposição. Então penso que não fui eu quem o abandonou.

Josimara:

Ela representa um novo tempo. Já temos uma mulher presidente e se Dormentes ganhar uma mulher para a prefeitura estará em sintonia com o Brasil. Ela está preparada e vou com ela.

O sentimento:

Meu sentimento é de dever cumprido Fui correta com o grupo até onde deu. Até o fim. Eles dizem que fui injusta que abandonei os empresários que me ajudaram. Acho que não devo o meu mandato a eles. Agradeço a todos que me ajudaram, mas minha eleição aconteceu com a força do voto dos meus amigos, dos que acreditaram em mim. Falam ainda que tenho muitos cargos comissionados e não tenho nenhum. Tenho vários eleitores meus que são cargos, mas não os indiquei, não pude indicar uma pessoa sequer. E quer saber? O meu eleitor me conhece e sabia o que eu estava passando. Eles mesmos me estimularam a sair do grupo.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.