Header Ads

Image and video hosting by TinyPic
Breaking News
recent

"SOCIÓLOGO ESTAVA DESARMADO, AFIRMA O DELEGADO"



Quatro policiais que estavam na barreira montada para parar o carro em que o sociológo Hélder Maia Barreto foram presos pelo delegado Beni de Oliveira, que preside o inquérito que apura se houve excesso na ação dos policiais.


Segundo o delegado geral, James Guerra, dois desses policiais teriam efetuado os disparos que mataram o sociólogo. "O inquérito vai apurar as circunstâncias em que ocorreu o crime, bem como as circunstâncias que trouxeram o sociólogo para o Piauí, já que ele e toda sua família são de Recife", explica James Guerra.


Os policiais estão sendo ouvidos desde ontem pelo delegado Beni de Oliveira. O pai da vítima também será ouvido pela polícia de Recife.


James Guerra informou ainda que as armas dos policiais foram recolhidas e periciadas, assim como o carro ds vítima. As primeiras impressões é que o sociólogo não estava armado.


"Ele não deveria estar portando nenhum tipo de arma de fogo. Apuraremos se a ação policial se deu em estrito cumprimento do dever legal ou não, se houve excesso ou não. A princípio não se deve disparar. O disparo deve ser uma reação a uma agressão sofrida pelo policial. Se não houve disparo por parte do acusado, não deveria haver reação da polícia. O esclarecimento do caso deve ser concluído em breve. Vamos solicitar a reconstituição do crime", finaliza o delegado geral.

FONTE: site da rádio atual fm

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.