Header Ads

Image and video hosting by TinyPic
Breaking News
recent

"REDUÇÃO DE IPI PARA AUTOMOVÉIS SEGUE ATÉ MARÇO"


O ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciou novas medidas de incentivo fiscal para a indústria automobilística. As isenções estão associadas a produtos ambientalmente corretos, que poluem menos ou são mais econômicos, como aconteceu com os eletrodomésticos em outubro.
Foi mantida a redução de IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) para os carros flex (bicombustíveis, que usam gasolina ou álcool) até 1.000 cilindradas no patamar em que se encontra hoje. O tributo hoje está em 3% e permanece assim por mais quatro meses, até 31 de março. Pelo que estava previsto, o imposto voltaria gradativamente, em janeiro, ao nível de 7%. Agora, com a prorrogação, esse nível normal de 7% só será adotado depois de 31 de março.
Os carros a gasolina até 1.000 cilindradas continuam na volta progressiva, como estava programado. O imposto volta a 7% em janeiro.
Carros de até 2.000 cilindradas seguem a mesma regra. Os modelos flex estão hoje com 7,5%. Permanecem até 31 março com esse índice. Depois voltam ao normal, de 11%.
Os carros a gasolina voltam ao patamar de 13% já em janeiro. Para caminhões, o governo está estimulando a compra de veículos novos. Foi prorrogada a redução de tributos para junho do ano que vem, permanecendo com alíquotas zeradas.
“Vamos combinar redução de tributos com questão ambiental, como no caso da linha branca”, disse Mantega.
A desoneração estendida deverá custar aos cofres públicos R$ 1,3 bilhão.

Fonte: UOL NOTICIAS

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.